Fatores que devem ser levados em conta para o projeto da sala de reuniões | DABUS ARQUITETURA

Blog DABUS ARQUITETURA

Fatores que devem ser levados em conta para o projeto da sala de reuniões

Os cuidados e dicas referentes ao que deve ou não ser feito com relação ao projeto da sala de reuniões são questões que já foram abordadas aqui no blog, mas que merecem uma abordagem diferenciada, agora focada sobre os diferentes fatores que devem ser levados em conta para a composição adequada do ambiente onde as decisões são tomadas.

  • - Número de participantes e tempo de permanência: Um dos primeiros fatores a ser considerado é a quantidade de pessoas que, em geral, serão convidadas a participar das discussões resguardadas à sala de reuniões. É a partir da compreensão dessa necessidade e do tempo médio de permanência que o espaço deverá ser preparado para acomodar a todos com conforto, funcionalidade e eficiência;
  • - Metro quadrado disponível: Juntamente às considerações citadas acima, é imprescindível uma análise das dimensões físicas da sala e das possibilidades que elas oferecem. Evidentemente, o espaço disponível acabará determinando o número máximo de pessoas que poderão se acomodar no local e até mesmo o tipo de mobiliário e organização mais adequados;
  • - Comunicação: Para uma reunião produtiva e harmônica é preciso assegurar que todos os participantes presentes na sala possam se ver e se comunicar com facilidade. Nesse sentido, as mesas e seus formatos têm um papel de destaque;
  • - Mobiliário e ergonomia: Os móveis presentes no “ambiente das decisões” devem transmitir sobriedade e credibilidade. Por isso, designs excêntricos não são aconselháveis: eles podem atrapalhar as reuniões, ocasionando distrações, impressões equivocadas, entre outros efeitos indesejados. Por outro lado, é importante que o estilo e a linguagem da empresa estejam refletidos no mobiliário de alguma forma, o que, no entanto, não deve sacrificar o elemento Ergonomia, o qual deve estar sempre presente. Cadeiras ajustáveis, por exemplo, são bem-vindas, pois elas permitem que todos os usuários se acomodem conforme suas necessidades e preferências. Já com relação às mesas, é essencial garantir que elas possibilitem a alocação de equipamentos e a passagem de cabos de modo organizado e versátil;
  • - Equipamentos e infraestrutura elétrica: Para que o projeto da sala de reuniões seja o mais eficiente possível, é essencial analisar os tipos de equipamentos e recursos que serão empregados no local. Isso permitirá determinar com coerência os pontos de instalação e acesso, as tecnologias a serem adotadas, a passagem de cabeamentos e toda infraestrutura elétrica necessária;
  • - Discrição e privacidade: Embora os modernos ambientes corporativos venham sendo idealizados de acordo com os padrões de layout “open space”, ainda continua sendo fundamental garantir às salas de reuniões níveis adequados de privacidade. Para tanto, é aconselhável que seja viabilizado um bom projeto de isolamento acústico;
  • - Identidade: É de extrema importância para o fortalecimento de um discurso coerente e de uma imagem íntegra que a sala de reuniões esteja integrada às demais áreas da empresa por meio da ambientação, que deve expressar a identidade da marca nas cores, formatos, design e em todo o estilo da Arquitetura Corporativa.

Para estudar, analisar e encontrar as melhores soluções a cada um desses fatores é indispensável contar com a competência e inteligência de uma equipe experiente, capaz de agregar ainda mais qualidade e versatilidade aos negócios do cliente envolvido.

Com mais de 20 anos de atuação, a DABUS ARQUITETURA é especializada em projetos corporativos articulados especialmente para se tornarem uma poderosa ferramenta estratégica de posicionamento das empresas no mercado.

Saiba mais!

Entre em contato conosco e fique por dentro de como podemos te atender!

Compartilhe este post



Comentários (0)

Deixe o seu comentário!




Áreas de Atuação