A cor na Arquitetura Escolar e sua influência sobre a aprendizagem - DABUS ARQUITETURA | DABUS ARQUITETURA

Blog DABUS ARQUITETURA

A cor na Arquitetura Escolar e sua influência sobre a aprendizagem

Uma escola, seja ela infantil, de ensino médio ou ensino superior, é composta por diferentes espaços que visam acolher os ocupantes com conforto e produzir neles estímulos que promovam o aprendizado, a interação social saudável e a criatividade.

Representando um organismo extremamente complexo, o ambiente escolar requer cuidados minuciosos com relação ao projeto de Arquitetura, que deve prever as condições adequadas para que todos os atores sejam bem acolhidos e, ao mesmo tempo, se sintam desafiados frente às atividades propostas.

Nessa missão as cores são um recurso de suma significância. Se por um lado elas devem sustentar um clima acolhedor, por outro, elas não podem induzir ao comodismo ou à monotonia. A busca pelo equilíbrio tem de se pautar por composições pensadas especialmente para cada escola e para cada uma de suas alocações. Desse modo, as salas de aula terão um tipo de orientação, enquanto a biblioteca e a cantina, por exemplo, possuirão configurações cromáticas diferentes.

Como já é sabido, tons quentes estimulam e aumentam a atividade cerebral, gerando excitação, e tons frios provocam relaxamento e interiorização, propriedades que precisam ser administradas com competência no universo educacional, uma vez que não restam dúvidas sobre o poder das cores em instigar o sentido visual e encorajar a retenção da informação.

Nesse processo que ultrapassa os limites do nível estético e influencia a dinâmica do ensino-aprendizagem, o emprego das cores assume um papel ergonômico que enriquece a Arquitetura Escolar de maneira funcional sob diferentes aspectos: físico, cognitivo e psíquico.

Valência das cores no ambiente escolar

A percepção, significação e resposta humana frente ao impacto das cores constitui um fenômeno que leva em conta o homem como ser biológico, social, cultural e único. Ou seja, tonalidades distintas provocam sensações e reações distintas que são potencializadas pelos simbolismos coletivos e também por interpretações pessoais.

AZUL

De modo geral, as cores frias acalmam a mente, reduzindo a pressão arterial e aumentando a consciência. Sério, o azul tem fortes características de quietude, segurança e reflexão. Combinado a uma iluminação suave contribui para a execução de tarefas.

arquitetura-escolar-influencia-cor-azul

Wilson High School, Tacoma, Estados Unidos – Fonte: TopBox Design.

VERMELHO

As cores quentes sugerem e despertam sentimentos calorosos, envolvendo forte afeição. Geram um contato maior com o ambiente e provocam respostas como extroversão e excitação. O vermelho, de modo especial, energiza e ativa as emoções, elevando a pressão arterial e afetando o sistema muscular. É um convite à ação, mas precisa ser bem dosado dentro da escola para não gerar stress ou impulsividade.

arquitetura-escolar-influencia-cor-vermelho

Fitzroy High School, North Fitzroy, Austrália – Fonte: World Buildings Directory.

LARANJA

Vívido e enérgico, o laranja tem espírito inquieto, luminoso e extrovertido. Com aspecto alegre, essa cor está associada à atividade infantil que é sempre “incansável”. É uma ótima opção para espaços escolares, pois ajuda a liberar emoções reprimidas e a criatividade.

arquitetura-escolar-influencia-cor-laranja

Newfield & Talbot School, Reuno Unido – Fonte: Imagine These.

VERDE

O verde está profundamente ligado à natureza, trazendo consigo características como harmonia, tranquilidade, esperança e liberdade. Também é excelente para a Arquitetura Escolar por permitir diversas combinações e configurações.

arquitetura-escolar-influencia-cor-verde

Fitzroy High School, North Fitzroy, Austrália – Fonte: World Buildings Directory.

AMARELO

Amarelo é a cor da energia e da inteligência. Atrativo, estimula o sistema nervoso, transforma o pessimismo em otimismo e representa expansividade. Assim como o laranja está ligado à atividade infantil e, semelhantemente ao vermelho, impulsiona a ação.

arquitetura-escolar-influencia-cor-amarelo

Phoenix High School, Londres, Inglaterra – Fonte: Eve Waldron Design.

CINZA

Monótono, sóbrio e neutro, o cinza precisa ser bem dosado no ambiente educacional. É uma cor que na Arquitetura pode se comportar de maneira elegante e elevar o nível de formalidade, efeitos indicado, sobretudo, para faculdades e outros centros de ensino adulto.

arquitetura-escolar-influencia-cor-cinza

Langford Elementary School, Estados Unidos – Fonte: USGBC: SC Chapter.

Encontre as melhores cores para o seu projeto, seja ele de Arquitetura Escolar, Arquitetura Corporativa ou qualquer outra especialidade. Entre em contato com a DABUS ARQUITETURA e saiba como podemos te ajudar!

Referências: FAU-UFRJEbaheHow Brasil.

Compartilhe este post



Comentários (0)

Deixe o seu comentário!




Áreas de Atuação