O que passou e o que vem por aí no blog da DABUS ARQUITETURA - DABUS ARQUITETURA | DABUS ARQUITETURA

Blog DABUS ARQUITETURA

O que passou e o que vem por aí no blog da DABUS ARQUITETURA

Os primeiros meses do ano funcionam ainda como uma espécie de ajuste ao novo tempo que vem pela frente. Esta é a hora dos planejamentos (para os atrasados de plantão), das contratações, das metas, da expectativa… Para quem tem um negócio, sobretudo, o período é de extrema relevância.

Nós da DABUS ARQUITETURA já fizemos os nossos planos e podemos adiantar que grandes novidades logo, logo serão vistas por aí – e por AQUI também! Novos conteúdos, novos projetos e muito mais do universo da Arquitetura para você.

O que você perdeu

Conteúdo é o que não falta em nossos canais de comunicação, principalmente no Blog. Tem uma série de posts interessantes que podem ajudar você e o seu projeto de Arquitetura. Certamente há muitas dicas a serem aproveitadas.

Não é preciso ir muito longe. Em 2016 nós realizamos diversas publicações que valem a pena serem conferidas. Para você que perdeu, ou gostaria de rever, nós selecionamos 8 posts especiais.

1. Como integrar equipamentos tecnológicos sem prejudicar a estética do escritório

escritorio-equipamentos-tecnologicos

Em todo e qualquer tipo de empresa equipamentos como computadores, impressoras, projetores e telefones são indispensáveis para garantir a alta produtividade do trabalho. Todos já estão acostumados com essas tecnologias, o que não significa, porém, que elas possam ser integradas de qualquer jeito dentro do escritório.

2. Como organizar o escritório? Conheça 3 modelos de layout

modelo-layout

Montar um escritório implica necessariamente em prever como o ambiente será organizado e disposto. Há diversos modelos para atender aos diferentes perfis das companhias, que devem considerar sua dinâmica cotidiana de trabalho, o número de colaboradores, a cultura corporativa, entre outros fatores.

3. O papel do piso na Arquitetura Corporativa

piso-arquitetura-corporativa

Ele pode até passar despercebido por grande parte das pessoas, mas o piso exerce funções de extrema importância nos ambientes, sobretudo corporativos, onde funcionalidade e beleza precisam andar obrigatoriamente lado a lado.

4. Por que usar o piso elevado no seu escritório?

piso-elevado-escritorio

Os pisos elevados foram criados especialmente para estruturar o cabeamento em empresas tecnológicas e centros de processamento de dados, como os data centers. Isso porque o sistema cria um vão, entre as placas e o chão, que permite a passagem de cabos, fios e tubulações da maneira mais organizada e discreta possível.

5. Quatro erros comuns em interiores de padarias

erros-ambientacao-padaria

A vontade de vender é grande, mas sem tomar as medidas necessárias à Arquitetura Comercial, o projeto de uma padaria pode acabar não ajudando a trazer os resultados esperados.

6. Como otimizar a iluminação natural no ambiente de trabalho

otimizar-luz-natural

7. Quais as condições essenciais para ambientes de clínicas de saúde?

ambiente-clinica-saude

A Constituição Federal de 1988 define que é dever do Estado garantir saúde para toda a população. Por isso, em 1990, o Governo criou o Sistema Único de Saúde (SUS). A Lei afirma que o SUS é composto por órgãos e instituições públicas federais, estaduais e municipais, da Administração direta e indireta e das fundações mantidas pelo Poder Público. Afirma também que a iniciativa privada pode participar do sistema único, em caráter complementar.

8. Como garantir o sucesso na reforma da clínica ou consultório?

equipamento-estetica-escritorio

Pó, móveis fora do lugar, áreas interditadas e muito quebra-quebra. Consequências comuns em qualquer reforma, esses fatores parecem não combinar nada com clínicas e consultórios. Entretanto, nem sempre é possível evitá-los, sobretudo porque esse tipo de ambiente deve ser renovado com certa frequência para se manter atualizado com as novas tecnologias, métodos e propostas estéticas.

Fique atento aos novos posts. Eles estão sendo preparados pensando em você!

Compartilhe este post



Comentário (1)

Deixe o seu comentário!




Áreas de Atuação