Melhorar o consultório de Psicologia: 5 dicas para ter mais resultados | DABUS ARQUITETURA

Blog DABUS ARQUITETURA

Melhorar o consultório de Psicologia: 5 dicas

Não deixe a sua agenda com espaço em branco durante a semana, saiba como melhorar o consultório de Psicologia, afinal, é preciso adequá-lo a diferentes públicos e a diferentes momentos do seu relacionamento com eles.

Confira a seguir como a Arquitetura Clínica pode ajudar…

Dicas para melhorar o consultório de Psicologia

melhorar o consultório de psicologia

Para melhorar o consultório de psicologia é sempre interessante se colocar no lugar do paciente e tentar enxergar o ambiente como ele vê. As primeiras impressões, os detalhes…

Há alguns fatores importantes a considerar, tais como:

  • Conforto termoacústico;
  • Recepção e acolhimento;
  • Comodidade: Estacionamento, localização, água, climatização, Wi-Fi; entre outras condições;
  • Organização e sinalização;
  • Identidade do negócio.

O preparo da equipe de atendimento também é muito importante: para tranquilizar os pacientes, fornecer as explicações necessárias, entrar em contato quando preciso e contornar possíveis situações de conflito.

Quer saber mais? Então, fique atento!

Comunicação visual ajuda a melhorar o consultório de Psicologia

A visão é um sentido muito apurado, que faz diversas conexões subjetivas e induz a sensações e sentimentos. Portanto, cuidar da comunicação visual do consultório é imprescindível. O que deve ser transmitido? Quais cores auxiliam nesse sentido? Que mensagem pode ser captada pelos diferentes ocupantes?

E essa é uma questão que deve ser cuidadosamente trabalhada no projeto de Arquitetura Clínica. Conte com uma equipe especializada 😉

Sala de atendimento

A estrutura precisa estar apropriada para que o profissional possa executar diversos tipos de tratamento e diagnóstico. As cores das paredes devem ser (preferencialmente) neutras ou claras, a fim que o paciente possa se sentir mais calmo.

Evite o uso de muitos objetos. Além de poluir o espaço, eles podem gerar distração.

Na recepção

Uma atmosfera tranquila e aconchegante é essencial para demonstrar o profissionalismo do consultório, afinal, o que esperar de um psicólogo se não equilíbrio e confiança? A recepção deve ser preparada para causar essa impressão.

Assim, evite tonalidades muito vibrantes, barulho da rua, falta de espaço, sala sem janelas e desorganização. Plantas e luz natural são bem-vindas.

Música ambiente

Ambientes com acústica adequada e um som no volume certo oferecem uma sensação maior de conforto, além de romper com o silêncio que pode gerar ansiedade. Trilhas instrumentais são as mais indicadas. Mas fique atento para não repetir sempre a mesma faixa, o que poderia gerar incômodo no paciente.

Mobiliário

As peças do mobiliário precisam ser devidamente orientadas ao público atendido. Crianças, adultos, idosos e casais, por exemplo, apresentam necessidades diferentes. Considerá-las pode ser o diferencial que faltava. O atendimento se torna mais personalizado, além de a experiência com espaço ficar mais ergonômica. Tudo isso irá potencializar os resultados dos tratamentos.

Entre em contato com a DABUS ARQUITETURA e saiba como podemos desenvolver o seu projeto de Arquitetura Clínica.

Compartilhe este post



Comentários (0)

Deixe o seu comentário!




Áreas de Atuação