Pets no trabalho: Por que se tornar um escritório pet friendly? | DABUS ARQUITETURA

Blog DABUS ARQUITETURA

Pets no trabalho: Por que se tornar um escritório pet friendly?

Eles são divertidos, fofos e apaixonantes. No Brasil, estão super em alta. Tanto que o país apresenta a 4ª maior população de animais de estimação do mundo. Somos também o 3º maior mercado do segmento, perdendo, em faturamento, apenas para os Estados Unidos e o Reino Unido. Tudo bem, parece ótimo! Mas, agora, pets no trabalho, não é demais?

Há diversas razões que levaram o mundo corporativo a ceder à presença dos bichinhos em seus escritórios. Nos EUA e na Europa as empresas pet friendly já são comuns e se destacam por proporcionarem maior qualidade de vida a seus funcionários. Esse é um dos motivos que ampliou a adesão a tal conceito. Por aqui ele vem se expandindo.

Hoje iremos entender melhor sobre o tema, que pode fazer a diferença no dia a dia da sua equipe.

5 benefícios de ter pets no trabalho

Escritório de arquitetura com pets no trabalho

Holly com a equipe da DABUS ARQUITETURA.

Rotinas agitadas, cansativas e estressantes têm se tornado cada vez mais comuns. Se por um lado a tecnologia facilita muitos processos, por outro, ela tende a demandar das pessoas maior agilidade para resolver desafios ainda mais surpreendentes. O tempo voa, as responsabilidades são grandes, as oportunidades fugazes. Conviver com tudo isso pode ser muito difícil.

É por isso que as empresas devem se preocupar em se tornar good places to work. Faz parte dos esforços para oferecer com um ambiente saudável e reter talentos. Um jeito de fazer isso é incluindo um animalzinho no escritório. Sim, há vários benefícios que eles podem trazer, tais como:

  1. Redução do estresse: a proximidade de pets, como cães e gatos, ajuda a distrair um pouco a cabeça dos exigentes afazeres. Pausas para acariciar os bichos ou rir de seus movimentos tornam o clima mais leve e divertido;
  2. Estímulo à criatividade: nesses momento de pausa o cérebro consegue descansar para, depois, voltar às tarefas com mais agilidade e criatividade;
  3. Geração de engajamento: os animais acabam gerando um elo emocional com o local de trabalho e, consequentemente, estimulam o engajamento e comprometimento do time;
  4. Criação e fortalecimento da integração: os colaboradores passam a se aproximar mais, fomentando conversas que surgem de modo despretensioso, mas que podem evoluir para grandes insights;
  5. Aumento da produtividade: em vista de todos os pontos citados, é fomentada uma maior produtividade, caracterizada pela satisfação das pessoas em fazer parte de um local tão agradável e “humano”.

É importante ficar atento há alguns pontos para que a presença dos pets no trabalho surta o efeito desejado. Tais como os apontados a seguir…

Prefira raças mais amigáveis

Algumas raças de cães e gatos (de caça ou guarda, geralmente) são conhecidas por seu comportamento arisco ou mais agressivo. Já outras são bastante dóceis e adaptáveis ao convívio com grupos humanos. Pense nisso na hora de definir quem será o “amigão” que andará pelos corredores da empresa.

Assegure a praticidade na limpeza

Para que o ambiente fique sempre limpo é essencial reservar locais próprios para a alimentação e as necessidades dos animais. Um tutor deve se dedicar aos maiores cuidados. É possível que, em cada semana, um membro da equipe assuma a responsabilidade, por exemplo.

É importante também que pisos e outros revestimentos sejam de fácil limpeza, a fim de evitar um tempo muito longo para manter a organização diária.

E na sua empresa, os pets são bem-vindos?

Conte com a DABUS ARQUITETURA para garantir um projeto de Arquitetura Corporativa voltado exatamente as suas necessidades. Entre em contato conosco!

Compartilhe este post



Comentários (0)

Deixe o seu comentário!




Áreas de Atuação