Como ter uma mesa de trabalho mais produtiva?


Que o ambiente interfere na produtividade, disso ninguém duvida. Mas, agora, o que dizer dos elementos mais próximos a nós, como a mesa de trabalho?

Pois então, é justamente sobre ela que falaremos neste post. Melhor ainda, é sobre como ela pode ajudar a ter um desempenho melhor nas tarefas do dia a dia. Afinal, a mesa é uma ferramenta importantíssima em nossa ocupação.

É essencial que todos no escritório deem a devida importância a essa peça do mobiliário corporativo. Se isso ainda não acontece aí na sua empresa, é hora de educar o time. A gente te ajuda…

Ergonomia na mesa de trabalho

Mesa de trabalho produtiva

A ergonomia é o principal fator a ser levado em consideração quando o assunto é espaço profissional. Com tanto tempo vivido dentro do escritório, é indispensável que os móveis ofereçam o conforto adequado.

Com relação à mesa de trabalho, é necessário observar pontos como:

  • Ela tem a altura certa para o colaborador que a usará?
  • Ela permite que o corpo do usuário se aproxime sem dificuldade?
  • Seu formato está em conformidade com a sua alocação no ambiente?
  •  Os pés ficam confortáveis embaixo dela?

Tudo isso, além de outros detalhes, pode interferir não só na produtividade das pessoas, como também em sua saúde. Portanto, a ergonomia é o primeiro aspecto a ser garantido.

Posição do monitor

Outra condição essencial para se ter uma mesa de trabalho capaz de permitir melhor performance tem a ver com o monitor (do computador). Ele precisa estar de 50 a 100 cm distante dos olhos, aos quais a linha superior da tela tem de estar no mesmo nível ou um pouco abaixo. Para visualizar a tela inteira o ângulo de visão não deve ultrapassar 60 graus.

Mouse e teclado

Dor nos ombros e nos braços? Pode ser por conta do mau uso dos equipamentos. Assim não tem como apresentar um bom resultado!

Ao digitar no teclado, os cotovelos devem ficar confortavelmente ao lado do corpo. Desse modo, o aparelho não pode estar muito longe do alcance. Ele tem de permanecer em uma posição mais baixa, a fim de que os pulsos fiquem retos e os braços paralelos ao chão.

Cuidado com os modelos que são inclinados, cuja a parte de trás é mais alta que a da frente. Eles obrigam a dobrar os punhos ao teclar.

Já com relação ao mouse, opte sempre por aqueles com o tamanho certo para cada mão. Um mouse pad com descanso é bem-vindo para evitar a fadiga.

Metodologia 5S

Uma ótima maneira de se obter uma mesa de trabalho mais organizada e produtiva é com a adoção da metodologia 5S. Inventado no Japão, o programa ajudou muitas empresas logo após a Segunda Guerra Mundial.

Conheça os pilares que formam o 5S:

  • Seiri (senso de utilização): Separe o que é realmente útil de tudo o que for supérfluo ou desnecessário;
  • Seiton (senso de organização): Determine um lugar para todas as e coisas e mantenha cada uma delas em seu devido espaço;
  • Seiso (senso de limpeza): Preze pela limpeza e assegure sua execução;
  • Seiketsu (senso de saúde e higiene): Faça o que for necessário para ter mais saúde, não só física, como também mental. Para tanto, coloque em prática todos os “Ss”;
  • Shitsuke (senso de disciplina): Assuma com firmeza a responsabilidade de seguir os padrões criados.

Quer um escritório ainda mais eficiente? Entre em contato com a DABUS ARQUITETURA e saiba como podemos desenvolver o seu projeto de Arquitetura Corporativa.

Referências: Comunidade Rock Content, tutano.