Como a Arquitetura influencia o bem-estar das pessoas?


Ela pode até passar despercebida, mas está presente em todos os momentos – pelo menos na cidade. Ela compõe os espaços que nos cercam, fornecendo as condições necessárias para o desenvolvimento humano. Contudo, mais do que isso, a Arquitetura influencia o bem-estar.

Diversos estudos mostram como essa ciência (e arte!) produz uma série de efeitos sobre a disposição, humor e comportamento das pessoas. Portanto o estudo das cores, do design, do layout e de diversos outros fatores que constituem os ambientes. Tudo para que cada elemento seja capaz de cooperar com a missão de promover a melhor experiência possível. Seja isso em nível estético, funcional ou emocional.

A arquitetura está voltada para o homem e a sociedade como um todo. Não se trata – ao contrário do que muitos pensam na hora de fazer um projeto – de um luxo. É, propriamente, uma necessidade. Ela organiza os mais diferentes espaços, orientando a forma de usá-los e, antes disso, a maneira como serão planejados.

Acompanhe abaixo e entenda melhor!

Importância da Arquitetura

Embora seja, de fato, uma necessidade, a Arquitetura sobrepuja sua função mais pragmática ao se comportar também como arte. Em edifícios históricos, catedrais e museus, por exemplo, fica bem fácil visualizar essa dimensão, que é extremamente rica. Segundo Simone de Beauvoir:

“É na arte que o homem se ultrapassa definitivamente”.

Outros aspectos que evidenciam a importância da Arquitetura são:

  • Segurança: Ela garante as condições adequadas de uso dos espaços. Prevê acessibilidade. Assegura a exploração correta do terreno e dos modos de construção.
  • Conforto: Ela desenvolve aplicações ergonômicas. Evita o estafamento e problemas de saúde. Protege do frio ou calor desagradável. Minimiza sons ou ruídos impróprios.
  • Economia: Ela estuda as possibilidades mais viáveis, a fim de gerar economia ao projeto e ao edifício em longo prazo.

De que modo a Arquitetura influencia o bem-estar?

Há diferentes aspectos que precisam ser considerados. Tais como:

  • Interação e privacidade: A Arquitetura pode tanto reunir pessoas, de modo que possam interagir de maneira saudável, quanto garantir a privacidade necessária a determinados tipos de atividades.
  • Organização: Arquitetura influencia o bem-estar ao se desdobrar sobre questões como: sinalização, delimitação de espaços, melhor aproveitamento da área disponível e senso de praticidade.
  • Humor: Se bem planejada, a Arquitetura pode melhorar o humor (emoções, disposição) por meio do uso apropriado das cores, da iluminação, das áreas verdes e das formas, entre outros elementos.
  • Interação com a natureza: Como um edifício pode ser erguido sem prejudicar o seu entorno? Há materiais que causem menos impacto sobre o meio ambiente? Como a obra pode funcionar de maneira sustentável? A Arquitetura busca responder também a esses tipos de perguntas.

Quer um projeto capaz de entregar tudo isso e muito mais? Então, entre em contato com a DABUS ARQUITETURA e conheça melhor nosso trabalho!