Como implementar o gerenciamento de idade na minha empresa?


Gerenciamento de idade

O envelhecimento da população não é uma preocupação apenas dos governos. Para as empresas, o aumento de pessoas com mais idade também é uma questão a ser trabalhada. Embora a melhoria da expectativa de vida seja uma conquista geral a ser celebrada, por outro, é essencial encontrar saídas para lidar com o fluxo de mão de obra sênior no mercado de trabalho. Portanto, temos que falar em gerenciamento de idade!

De acordo com dados das Nações Unidas, o grupo de pessoas com 60 anos ou mais irá subir de 901 milhões para 1400 milhões até 2030. E em 2050 esse número poderá chegar a 2,1 bilhões de pessoas no mundo. Portanto, não deixe de pensar sobre quem serão os colaboradores do seu negócio.

No post de hoje, queremos chamar a atenção para a urgência e os benefícios de se articular o gerenciamento de idade entre o seu time.

Então, por que investir no gerenciamento de idade?

Hoje, vemos o convívio de diferentes gerações no mercado de trabalho. Gerações com características bem marcantes e que se chocam em meio a tanta diversidade. Os mais novos são ágeis, impacientes e habituados a tecnologias inovadoras. Os mais velhos são um tanto conservadores, experientes e muitas vezes inseguros frente ao cenário disruptivo.

Assim, como minimizar os impactos e tirar o melhor proveito desses polos? O gerenciamento de idade vem para promover benefícios como:

  • Fortalecimento do senso de equipe;
  • Sentimento de valorização;
  • Melhoria do clima organizacional;
  • Aumento da motivação;
  • Crescimento a partir das diferenças;
  • Redução da rotatividade e seus gastos comuns;
  • Garantia de intercâmbios positivos e produtivos entre as gerações (troca de experiências);
  • Criação de uma cultura de aperfeiçoamento contínuo;
  • Aproveitamento adequado de talentos e experiências.

Mas o que deve ser feito para que fatores como esses sejam gerados? Confira a seguir!

Dicas para praticar o gerenciamento de idade

O cuidado com as diferenças entre as gerações é mais que um processo de retenção de talentos. Antes, é uma necessidade para sobreviver em um mundo plural, onde a experiência e a inovação podem sim conviver de maneira harmônica.

Para construir e desfrutar dessa produtiva relação busque:

  • Estimular a interação entre os setores;
  • Adotar práticas de trabalho colaborativo;
  • Aperfeiçoar a comunicação interna;
  • Motivar o intercâmbio de conhecimentos;
  • Implantar gestão de conflitos;
  • Desenvolver programas de incentivo focados em cada faixa etária;
  • Promover treinamentos e também encontros informais;
  • Criar um ambiente capaz de falar diferentes línguas, mas de forma coesa e com identidade própria;
  • Contar com espaços abertos para fomentar o contato com diferentes ideias.

A Arquitetura Corporativa é uma importante aliada para coordenar o desenvolvimento dos colaboradores conforme o objetivo de cada organização. Por isso, entre em contato com a DABUS ARQUITETURA e saiba como podemos desenvolver o seu projeto orientado a resultados!

Referências: Exame, FGV EAESP, Reciclar.