6 dicas para liberar a criatividade no trabalho


Como liberar a criatividade

Pensar “fora da caixa”. Essa habilidade já se tornou lugar-comum entre as exigências para se ocupar uma vaga de trabalho. Sobretudo nas agências de publicidade, empresas de tecnologia e organização de eventos. Mas, embora seja algo tão recorrente, será que o ambiente que é oferecido ajuda a liberar a criatividade?

Exigir sem estimular é um contrassenso que incomoda e desengaja colaboradores. É necessário que os processos, os diretores e o espaço como um todo também sejam criativos. É necessário que a equipe tenha liberdade para se manifestar, sair um pouco da rotina e propor soluções, ainda que de maneira despretensiosa.

De fato, conseguir visualizar novas possibilidades e encontrar saídas inteligentes são essenciais frente aos múltiplos desafios enfrentados no mundo globalizado. Porém, fornecer as bases para que a criatividade seja um valor ativo faz toda a diferença para dispor de um time enérgico e competitivo.

Qual o segredo para liberar a criatividade?

A criança é criativa por natureza. À medida que cresce, o indivíduo passa a ter de obedecer a uma série de padrões culturais e até mesmo normas de comportamento. Fatores que, com o costume, tendem a criar barreiras na forma de pensar. Contudo, esse não é o fim. É possível sim ser um adulto criativo.

O segredo está no desenvolvimento pessoal, uma construção diária de melhorias contínuas que envolve uma série de exercícios. Tais como a quebra de crenças limitantes, a busca por novas perguntas e o próprio amor pela vida, sempre em movimento.

Mas não é preciso esperar uma mudança de postura pessoal tão profunda para liberar a criatividade no ambiente de trabalho. Alguns gatilhos podem trazer ótimos resultados. A seguir relacionamos 6 deles…

1. Tenha um tempo para o brainstorming

Reuniões de brainstorming são momentos descontraídos para que todos possam compartilhar suas ideias acerca de uma questão prévia. A regra é não pensar de forma criteriosa e não julgar os outros integrantes!

2. Promova a troca de lugares 

Trabalhar sempre no mesmo lugar, vendo a mesmo quadro na parede, usando o mesmo computador e conversando sempre com o mesmo colega são fatores que favorecem o tédio e o conformismo. Inimigos, claro, da criatividade. Então, que tal criar um espaço aberto à movimentação e experimentação?

3. Alguns apps podem ajudar

O celular pode ser um aliado para auxiliar a liberar a criatividade. Jogos como palavras cruzadas, pintura e construções aguçam a capacidade de encontrar soluções. Aplicativos para a anotação de ideias também são bem-vindos. O Evernote, o Google Keep e o OneNote são bons exemplos.

4. Disponibilize uma área de descompressão

Planejado estrategicamente na Arquitetura Corporativa, esse espaço serve para aliviar o estresse da rotina. Com almofadas, pufes, jogos e outros elementos sem ligação com o trabalho, a área de descompressão permite que a mente respire um pouco entre tantos afazeres.

5. Invista em um time diverso

Pessoas diferentes, com repertórios e culturas diferentes trazem contribuições ricas e diversas para o negócio. Quando todos são muito parecidos, fica difícil ampliar a visão acerca de um problema. Pense nisso!

6. Estimule a leitura

Ler nunca é demais. Mas seus colaboradores são incentivados nesse sentido? Que tal promover um momento durante a semana para que alguém fale um sobre um livro que está lendo? Só em um mês 4 títulos serão conhecidos!

E então, conseguiu destravar o que pode ser feito para estimular a criatividade na sua empresa? 💡

Continue acompanhando nossos artigos e as dicas trazidas especialmente para a evolução do seu negócio!