Medidas para promover a saúde ocupacional


Garantir a saúde ocupacional

Sua empresa oferece condições que garantem a saúde ocupacional dos seus colaboradores? Bem, primeiramente, é importante destacar que quando falamos em saúde não levamos em consideração apenas a ausência de doenças. Ela abrange o bom desenvolvimento físico e psicológico de todos os envolvidos, em tempo integral.

Assim, um escritório onde não há pessoas gripadas, mas apresenta vários indivíduos estressados, por exemplo, não está promovendo devidamente a saúde de seus ocupantes. Claro que há uma série de questões a serem consideradas diante de um quadro como esse. Porém, é essencial que os gestores e diretores estejam atentos para buscar as soluções possíveis que competem à organização.

No post de hoje vamos apresentar cuidados essenciais nesse sentido. Com eles, certamente, você terá um time muito mais engajado e produtivo!

Entendendo melhor o que é saúde ocupacional

Como foi dito, a saúde ocupacional não se restringe a evitar ou tratar as doenças dos colaboradores. Mais do que isso, ela representa um esforço contínuo em promover o bem-estar constante. Um bem-estar que não é só físico, mas também emocional. Por isso, a prática vai além daqueles exames admissionais e demissionais.

As medidas necessárias devem ser trabalhadas em longo prazo e, se estiverem de acordo com as necessidades de cada equipe, são capazes de entregar benefícios como:

  • Redução de absenteísmo: funcionários mais saudáveis faltam menos;
  • Maior engajamento: com corpo e mente sãos, os ocupantes têm mais disposição para criar, participar e propor soluções;
  • Aumento da produtividade: com suas funções fisiológicas e cognitivas preservadas, os colaboradores têm condições de produzir mais e com melhor qualidade;
  • Redução de gastos: mediante a pontos como os relacionados acima, se torna possível conter gastos que teriam de ser destinados a resolver os problemas de saúde do pessoal.

Outros pontos positivos são a melhora do clima organizacional como um todo e a retenção de talentos, que acaba sendo gerada.

Mas, como promover a saúde ocupacional?

A seguir apontamos 5 dicas. Tome nota!

1. Tenha ergonomia

Sem dúvida, a ergonomia é um fator determinante para a saúde ocupacional. Ao contrário do que muitos podem pensar, ela não deve estar somente nas mesas e cadeiras. Mas também no layout do espaço, na disposição dos equipamentos, nas cores utilizadas, na iluminação empregada e em todos os outros elementos com os quais o ser humano interage.

2. Ofereça uma iluminação adequada

Luz demais ou de menos pode prejudicar a visão, causar dor de cabeça e provocar a fadiga, entre outras consequências indesejadas. Portanto, a iluminação incide diretamente sobre o bem-estar dos usuários. Ou seja, é preciso garantir um bom projeto luminotécnico.

3. Tenha espaços de descompressão

Essas áreas são destinadas ao relaxamento dos funcionários. Em meio a uma rotina agitada e cansativa, os espaços de descompressão oferecem a oportunidade para o pessoal recarregar as energias. Seja ouvindo música, jogando, deitando em puffs, tomando café ou, simplesmente, batendo papo.

4. Faça ginástica laboral

Cuidar dos músculos e articulações em meio a rotina de trabalho pode fazer toda diferença. Por isso, procure realizar a ginástica laboral entre seu time. Ela irá ajudar a diminuir ou evitar dores e tensões. Se possível, tenha um profissional da área pelo menos uma vez por semana na empresa.

5. Incentive os exames e a vacinação

Continuar cuidando da saúde fora do escritório é crucial. Portanto, incentive que todos mantenham seus exames em dia. Em épocas de vacinação, ajude a fortalecer a campanha. Flexibilize os horários para a realização das atividades pertinentes. Essa é uma forma de prezar ainda mais pelo bem das pessoas!

A influência das plantas sobre a saúde ocupacional é uma questão muito interessante. Ambientes fechados, escuros e estéreis podem provocar estados de tensão e esgotamento. Já pensou nisso? Leia nosso artigo onde explicamos o que é a biofilia e entenda como esse conceito pode ajudar.

Para mais dicas, continue acompanhando as atualizações aqui do blog!